IR Descomplicado

Oferecido por
Velotax
Conteúdo Patrocinado

Para não cair na malha fina: plataforma descomplica IR de ativos de renda variável

Algoritmos calculam imposto a ser pago no Brasil e no exterior, além de auxiliar na declaração do ajuste anual com a Receita

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

A declaração anual de imposto de renda é um daqueles momentos em que o brasileiro leva ao limite sua capacidade de procrastinar. O acerto com o Leão, além de não ser uma tarefa agradável, fica ainda mais difícil com a desorganização do contribuinte e a falta de conhecimento sobre um sistema tributário que não é dos mais amistosos.  O uso de tecnologia pode mudar esta história. É esta a proposta do Velotax, que desenvolveu uma plataforma para cálculo de imposto de ativos de renda variável, como ações, FIIs, BDRs, etc. e para a declaração de ajuste anual. 

“A dificuldade do brasileiro com o IR é antiga, mas ela ficou ainda mais complexa nos últimos anos com um volume cada vez maior de pessoas físicas investindo em ações e fundos imobiliários que exigem ainda mais conhecimento e organização” comenta Victor Savioli, cofundador do Velotax. 

A ideia inicial da plataforma era oferecer um ambiente para cálculo e recolhimento de impostos da renda variável, mas agora ela também tem a funcionalidade para declaração do ajuste anual.

Savioli e seu sócio, Eduardo Esmanhotto, se conheceram quando trabalhavam no JP Morgan, e criaram o Velotax no fim de 2020 com base na experiência de ambos no mercado financeiro. 

Os números da Receita Federal comprovam a dificuldade dos brasileiros em acertar as contas com o Leão de forma correta e dentro do prazo. No ano passado, 1,4 milhão de contribuintes não enviaram suas declarações. Na reta final, faltando apenas 15 dias para encerrar o prazo, cerca de 12 milhões de contribuintes ainda não haviam cumprido a obrigação tributária. 

O desconhecimento das regras causa prejuízo ao bolso do investidor. Se todos que fizeram declarações completas de IR usassem o benefício fiscal gerado pelos planos de previdência PGBL, teriam obtido um desconto de R$ 134,8 bilhões no IR em 2020. Desse montante, segundo a Receita Federal foi utilizado apenas R$ 16,4 bilhões. Ou seja, R$ 118,4 bilhões foram deixados na mesa pelos brasileiros que poderiam ter restituído esse valor no IR anual. O PGBL permite que o investidor reduza a base da renda bruta anual tributável sobre a qual incide o IR em até 12%.

“Em 2020, eu trabalhava muito com educação financeira e recebia todo tipo de dúvidas do investidor sobre IR. O sistema tributário brasileiro não é trivial, há regras diferentes para ações no mercado à vista, no mercado de opções, para fundos imobiliários e para quem investe no exterior. A ideia ao criar o Velotax é que ele faça tudo com um clique, que o sistema automatizado calcule o imposto e gere a DARF para ele”, explica Savioli.

Atenção também à Bolsa em queda

Muitos investidores desconhecem, mas há a possibilidade de abater prejuízos com ações no IR a pagar quanto se obtiver lucro na bolsa. A plataforma é um facilitador de todo esse processo. 

O investidor em ações no mercado a vista, por exemplo, precisa acessar a plataforma, se cadastrar e fazer a integração com a B3. 

A partir deste momento, sempre que vender uma ação com lucro, a plataforma registra a operação e gera a DARF para ser paga com os 15% de IR sobre o ganho. Se houver prejuízo na venda, o sistema também registra e em uma eventual operação futura na bolsa com lucro faz o abatimento do prejuízo. 

“É tudo muito simples, ele só precisa fazer a integração. Desde que criamos a Velotax fomos incluindo funcionalidades, como de operação no exterior, criptomoedas, BDRs, FIIs e também para rendimentos mensais de natureza diversa como rendimentos de aluguéis sobre imóveis tradicionais e até mesmo a renda de autônomos.” 

Este ano, a Velotax incluiu a função do IR anual para a declaração completa e também um espaço destinado a contadores em que eles acessam, se cadastram com o CNPJ e passam a usar as mesmas funções para cálculo do IR de seus clientes. 

Portanto, o sistema descomplicado da Velotax funciona tanto para o contribuinte que faz seus impostos sozinho, quanto para quem é contador e quer ter mais produtividade em seu trabalho, ou até mesmo conseguir prestar novos serviços e ganhar mais, como o IR mensal para investidores em renda variável. 

Hoje a plataforma do Velotax é 100% gratuita. Clique aqui para acessar agora.